Perdido nos Sonhos

Resenha: A Cabana - Willian P. Young

/
1 Comments
Autor: William P. Young 
Número de páginas: 232
Editora: Sextante/Arqueiro
SinopseA filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar áquele cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.




Resenha: 

“... todos nós, falhos, que acreditamos que o amor governa. Levantemo-nos e deixemos que ele brilhe”

Se você é um cético, essa história não foi escrita para você, porém, se você tem fé, vá em frente e tenha uma experiência interessante, muito embora interessante não quisesse dizer agradável.
O livro vem contar a história de Mackenzie Allen Philip (Mack), um homem religioso cuja filha é raptada durante um acampamento em família. Após muita insistência na procura de sua filha, é encontrado o vestido rasgado e ensangüentado da garota próximo a uma cabana nas proximidades do acampamento, autoridades chegam à conclusão de que a garotinha fora vítima de um Serial Killer procurado, porém jamais encontrado. Vivendo em uma tristeza inenarrável, Mack recebe um bilhete suspeito após alguns anos, onde o remetente o convida para retornar à cabana. Intrigado com a possibilidade de Deus ter lhe mandado aquele bilhete, Mack resolve aceitar o convite de encontro ao lugar onde todos os seus pesadelos começaram.
O livro "A Cabana" invoca a tão conhecida duvida de todos: "Se Deus é bom, porque ele permite o mal e o sofrimento?" e ao ler o livro o leitor consegue a suposta resposta através das descobertas de Mack, em sua cabana de pesadelos não apenas Deus, mas toda a trindade. Como fora dito no inicio, se você é um cético, não continue a leitura, pois durante o período em que Mack está na cabana com Deus, Jesus e o Espírito Santo, há uma infinidade de diálogos que tentam explicar os mistérios sobre a divindade que nos criou.




Quando me apresentaram esse livro e falaram sobre o que ele se tratava, imediatamente me interessei pelo livro, e aproveitando que era também um livro curto. O mais interessante no livro, é os trechos e frases de efeito que nos fazer abandonar por um momento a leitura e refletir. Pessoalmente, eu gostei bastante desse livro, pois ele fala da questão do cristianismo totalmente diferente, sem impor absolutamente nenhuma religião, apenas tentando demonstrar o amor por si só. Também achei sensacional o modo como o autor fala de Deus, como Deus vê o mundo, e principalmente a humildade que há.

E aqui chego ao fim mais uma resenha, e muito grato por ter lido essa boa obra e recomendo a você, é claro! Até a próxima.


Você também deverá gostar de:

Um comentário: